HEDDY

HEDDY

POSTO CARVALHO PRONTO

POSTO CARVALHO PRONTO

BANDA AMOR A MIL

BANDA AMOR A MIL

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

WELLINGTON DIAS E ZÉ FILHO DISPUTAM ARRECADAÇÃO DO ICMS DE DEZEMBRO

O governador Zé Filho (PMDB) e o governador eleito Wellington Dias (PT) disputam a arrecadação do Imposto sobre a Comercialização de Mercadorias e Serviços (ICMS), gerado a partir das vendas realizadas no mês de dezembro. Os dois apresentaram aos empresários e comerciantes propostas para facilitar o pagamento do ICMS e consequentemente aumentar as receitas do Estado em seus respectivos governos.
Pelo decreto do governador Zé Filho, os empresários que efetuarem o pagamento do ICMS gerado nas vendas do dia 1º a 10 deste mês, no próximo dia 22, possuem descontos de 6% no valor do recolhimento e de 5% no imposto gerado entre os dias 11 e 20, que pode ser pago dia 26 de dezembro. O secretário de Fazenda, Neto Carvalho, confirmou que a antecipação do ICMS é uma medida para movimentar o mercado financeiro piauiense e comércio e o dinheiro arrecadado será utilizado para o pagamento dos servidores públicos estaduais.
Luiiz Antonio Veloso, do sindlojas, diz que comerciantes estão divididos (Foto: Arquivo Portal o Dia)
Já o deputado estadual Merlong Solano (PT) explicou que o governador eleito Wellington Dias (PT) vai colocar em prática uma medida que o mesmo adotou em seus dois primeiros governos: dividir o pagamento do ICMS gerado neste mês em duas parcelas, a primeira paga somente em janeiro. Merlong Solano classificou a medida tomada pelo governador Zé Filho como renúncia de receita e informou que no momento o ideal é que seja dado aos empresários mais prazo para pagamento do ICMS, e não a antecipação da cobrança.
Felix Raposo, da FIEPI, avalia que as duas são válidas
Para o presidente em exercício da Federação das Indústrias do Piauí, Félix Raposo, a medida de Zé Filho é positiva para os empresários que possuem capital. No entanto, a promessa do governador eleito Wellington Dias em dividir o pagamento do imposto em duas vezes também agradou aos empresários e comerciantes. “O empresariado piauiense está meio dividido.
Alguns empresários não possuem condições de pagar mesmo com os descontos. No entanto, se o empresário tiver condições de antecipar o pagamento, é melhor porque adquire um desconto no imposto”, garantiu Félix Raposo.

Por: João Magalhães - Jornal O Dia

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

VEREADOR EVANDRO MANO É ELEITO PRESIDENTE DA CAMARA MUNICIPAL DE COCAL PARA O BIÊNIO 2015/2016


Plenário da Câmara de Vereadores de Cocal

A câmara municipal de vereadores de Cocal já tem o novo presidente para o biênio 2015/2016. A sessão que elegeu o novo presidente, em caráter extraordinário, foi realizada na tarde desta segunda-feira, dia 15 de dezembro, e contou com a presença de todos os vereadores que compõem a casa legislativa municipal.
Vereadores: Marilene Almeida, Tarcísio do Gesso e Elismar Brandão
Inicialmente, a sessão foi marcada pela renuncia do vereador Elismar Brandão (PROS), que era candidato a presidente pela chapa 2 e contava com o apoio da bancada oposicionista na casa, com a renuncia do vereador, a disputa passou a contar apenas com uma composição, a bancada de oposição pediu e teve um tempo concedido para decidir quanto a compor uma nova chapa para a disputa, na volta para o plenário, não houve consenso entre a oposição e a bancada de situação, o que culminou com a saída dos vereadores oposicionistas do plenário, o motivo, os vereadores de oposição, queriam o adiamento da votação, não tendo estes, o pedido concedido, os mesmos se recusaram a votarem em chapa única.
Vereadores: Mateus Mendonça, Raimundim do Campestre e Osmar Vieira
Após uma consulta ao plenário, a presidência, deu inicio a votação de forma secreta obedecendo dessa maneira, o que diz o regime interno da câmara.
Vereador Evandro Mano (Novo Presidente da Câmara)
Dessa maneira, por 6 votos a 0, a chapa 1 composta por Evandro Vieira de Araujo (Evandro Mano), do PMDB, como Presidente, Marilene da Silva Almeida, do PSD, como Vice-Presidente, Eliomar dos Santos Silva (Baca), do PROS, como Secretário e Francisco das Chagas Miranda dos Santos (Chico do Nego), do PSDB, como Tesoureiro, sagrou-se vencedora para o biênio 2015/2016.
Público
Durante a Sessão
Na Foto: Vereadores Osmar Vieira e Adriana
Composição da nova mesa da câmara

Por: Tony Costa (Blog do Tony Costa)

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

ACIDENTE NA PI-213 EM COCAL DEIXA SALDO DE UM FERIDO NA TARDE DESTE DOMINGO



Moto envolvida no acidente
Um acidente ocorrido na tarde deste domingo, dia (14/12), envolvendo uma moto MODELO POP 100cc, de cor preta que colidiu com um carro, deixou o motociclista Rafael Cardoso Araújo, de 21 anos de idade com uma lesão na face, seguida de escoriações nos braços e no abdome e um ferimento na cabeça.
Local do acidente
O acidente aconteceu por volta das 16:00 horas na PI-213, em um trecho que compreende a saída da cidade, entre o Bairro Mutirão e Santa Teresinha, o local fica próximo a entrada que dá acesso a localidade Lagoa Seca (na zona rural de Cocal).
Retrovisor do carro ficou quebrado com a colisão
A vítima foi conduzida ao Hospital Joaquim Vieira de Brito em Cocal, onde recebeu os primeiros socorros e foi conduzido ao HEDA Hospital Estadual Dirceu Arcoverde) em Parnaíba para uma avaliação médica mais detalhada.

Por: Tony Costa (Blog do Tony Costa)

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

CINCO UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE (UBS) ESTÃO EM FASE DE CONCLUSÃO EM COCAL



A Prefeitura de Cocal mantém em ritmo acelerado a construção das cinco Unidades Básica de Saúde (UBSs) erguidas no Bairro São Pedro e nas localidades Faveira, Jabuti/Grotas, Olho d'água e Vidéu. Os prédios estão recebendo os últimos acabamentos para serem entregues a comunidade nos próximos dias.
 
Cada UBS é orçada em mais de R$ 400.000,00 (Quatrocentos mil reais), totalizando um investimento de R$ 2.040.000,00 (Dois milhões e quarenta mil reais) na saúde do município. As obras foram adquiridas pela atual administração, através da aprovação de projetos elaborados junto ao Ministério da Saúde.
Os postos de saúde das comunidades Boíba, Campestre, Carpina, Contendas, Santo Hilário e do Bairro Mutirão, estão passando por trabalhos de reforma e ampliação. Estes locais seguirão um lineamento padrão, com o objetivo de atender as normas técnicas e de acessibilidade, aumentando significativamente a capacidade de atendimento da Atenção Básica de Saúde no município.
As UBSs e os postos de saúde terão uma estrutura que disponibilizará sala de espera, farmácia, sala de vacinas, sala de inalação, consultório médico, consultório odontológico, sala de enfermagem, sala de serviços administrativos, sala de curativos, sala de observação, banheiros acessíveis, contando ainda com depósito de materiais de limpeza, cozinha e almoxarifado.

Fonte: ASCOM | PMC

RELATOR ARREDONDA PARA R$ 790 O VALOR DO SALÁRIO MÍNIMO EM 2015

Depois de um amplo acordo entre governo e oposição, a Comissão Mista de Orçamento (CMO) aprovou na noite desta quarta-feira o parecer preliminar do Orçamento da União de 2015. Com isso, há uma tentativa de acelerar as discussões e tentar votar o Orçamento no plenário do Congresso até dia 22, mas há o risco de a votação ficar para janeiro em autoconvocação. No parecer. como O GLOBO antecipou, o senador Romero Jucá (PMDB-RR), arredondou para R$ 790 o valor do salário mínimo no seu parecer preliminar, apresentado hoje na Comissão Mista de Orçamento (CMO). E ainda garantiu uma cota individual de R$ 16,32 milhões para as emendas dos deputados e senadores. Além disso, ficou acertado que o futuro ministro da Fazenda, Joaquim Levy, compareça à CMO na próxima terça-feira, para uma visita.
Neste momento, a CMO discute e deve aprovar em seguida a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2015, que prevê a meta de superávit de R$ 66,3 bilhões para o ano que vem e obriga o BNDES e as estatais a publicador dados sobre empréstimos e obras na internet.
Jucá disse que apenas "arredondou" o valor do previsto pelo governo, que foi de R$ 788,06, com um impacto de cerca de R$ 1,2 bilhão. Na verdade, o valor oficial do mínimo será conhecido no final do ano, quando a presidente Dilma Rousseff editará medida com base na fórmula criada para calcular o benefício.
Jucá disse que, se o Orçamento da União não for votado até dia 22, quando o Congresso entra em recesso constitcional, poderá haver autoconvocação em janeiro para votar o Orçamento.
- Vamos fazer um esforço para votar o Orçamento até dia 22. Mas, se não der tempo, faremos uma autoconvocação do Congresso a partir do dia 23 e até dia 31 de janeiro. Mas não há nada definido - disse Jucá.
Além disso, a cota da emenda individual será de R$ 16,3 milhões, contra os R$ 11,6 milhões de 2014, o que dá uma verba total para as emendas impositivas de R$ 9,69 bilhões. A regra criada em 2014 é repetida, prevendo que o governo é obrigado a pagar as emendas individuais dos 594 parlamentares. A regra obriga o governo a executar 1,2% da receita corrente líquida da União em emendas individuais dos parlamentares. Do total do valor, 50% das emendas devem ser destinadas a ações em Saúde. Em 2014, os parlamentares ganharam uma cota de R$ 11,6 milhões, num total de R$ 6,9 bilhões.
No caso do salário mínimo, Jucá lembrou que o ajuste é necessário porque a inflação (INPC) do ano já sofreu uma elevação nas contas do governo. A cada ano, o valor do salário mínímo é calculado levando em conta a inflação do ano anterior (neste caso a lei determina a aplicação do INPC e não do IPCA) e do PIB de dois anos anteriores.
- Estou passando o valor para R$ 790 em meu parecer - disse Jucá.
Além do novo valor do mínimo, Jucá explicou que o governo não previu todos os recursos para as emendas e ainda deixou de fora compensações da Lei Kandir. Ele está destinando R$ 3,9 bilhões para compensações da perda de receita dos estados com a aplicação da Lei Kandir, repetindo valor de anos anteriores.
 
Fonte: Portal do Bikanca

MORADORES DA LOCALIDADE CAMARÁ EM COCAL RECEBEM SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA



A Prefeitura de Cocal vem desenvolvendo inúmeras ações para melhorar a qualidade de vida dos moradores da zona rural do município. Prova disso, foi à entrega do Sistema de Abastecimento de Água ocorrida na primeira semana deste mês de dezembro para as quase 50 famílias da localidade Camará. O sistema entregue a comunidade consiste em poços, estação de tratamento e reservatórios elevados que possibilitam a distribuição do fornecimento de água potável para as torneiras das residências.


A localidade Camará foi à primeira comunidade a ser contemplada com o sistema de abastecimento de água. Agora as famílias não precisarão mais puxar água de poço e nem andar vários metros com baldes d'água na cabeça. A obra foi executada com recursos próprios do município e da FUNASA (Fundação Nacional da Saúde).

O fornecimento de água encanada à população dessa comunidade é uma antiga reivindicação dos moradores, que somente agora, na gestão 'O FUTURO A GENTE FAZ AGORA', os mesmos estão realizando este sonho, uma vez que o fornecimento do liquido precioso só era possível graças à alguns poços.

As obras estão em andamento em outras localidades rurais do município e o sonho da água de boa qualidade e encanada está mais perto de se tornar realidade em Vidéu, Contendas, Campestre de Baixo, Campestre de Cima, Conduru/Tucuns e Jabuti/Grotas.

Fonte: ASCOM | PMC

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

PREFEITURA DE COCAL ANTECIPA PAGAMENTO DA SEGUNDA PARCELA DO 13º SALÁRIO



A Prefeitura de Cocal antecipou o pagamento da segunda parcela do 13º salário de seus servidores públicos. Os funcionários terão o provento depositado em suas respectivas contas bancarias a partir desta quarta-feira (10/12). No ano passado a Administração Municipal já havia antecipado o pagamento do benefício ao funcionalismo como forma de proporcionar maior tranquilidade e tempo hábil para que os servidores pudessem se planejar melhor para o final do ano.
Quem ainda não recebeu a primeira parte do 13º salário, que iniciou esse ano a ser paga no mês de aniversário do servidor, receberá o pagamento em valor integral em cota única.
A pontualidade e a antecipação no pagamento dos servidores vai permitir também que a renda circule dentro do comércio local, fomentando a economia do município. É importante ressaltar que a Prefeitura de Cocal, mais uma vez sai na frente, pois nenhuma outra prefeitura da região litorânea pagou o 13º salário tão antecipadamente.

Fonte:ASCOM / PMC

MUNICÍPIOS DO PIAUÍ VÃO RECEBER 89 MILHÕES DO FPM EXTRA



 
Nesta quarta-feira (10), os 224 municípios do Piauí vão receber R$ 89 milhões referente à verba extra do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O recurso corresponde a 1% do FPM e é pago desde 2007 sempre no mês de dezembro.

O objetivo do repasse é auxiliar os gestores municipais no pagamento do 13º salário dos servidores. Somente para Teresina serão R$ 17 milhões e o restante para os demais 223 municípios. Os municípios 0.6 receberão 241 mil.

Segundo o presidente da Associação Piauiense de Municípios (APPM), Arinaldo Leal, os prefeitos do Piauí vêm reclamando das dificuldades em pagar as contas da prefeitura por causa das sucessivas quedas no repasse do Fundo de Participação. Alguns chegaram a anunciar que terão dificuldades em pagar o 13º salário de seus servidores.

“Em 2013, os municípios com até 10 mil habitantes, que são a maioria no Piauí, recebiam em média R$ 122,5 mil por mês. Em 2014 esta cota caiu para menos de R$ 100 mil e teve uma diferença média de R$ 26 mil. A maioria dos municípios piauienses está fazendo um esforço para garantir o pagamento da folha de pessoal, sem esse extra seria impossível”, conclui Arinaldo Leal.

Fonte: APPM